Busca por seguro de vida salta 60% entre diabéticos após coronavírus

Busca por seguro de vida salta 60% entre diabéticos após coronavírus

O valor médio de indenização dos seguros contratados foram de R$ 210 mil, com pagamento médio mensal de R$ 100, segundo WinSocial, startup com foco em soluções para pessoas com diabetes

O número de vendas de seguro de vida focado em pessoas com diabetes disparou 60% em março ante fevereiro, com o início da pandemia do novo coronavírus no Brasil. Dos contratantes, 54% eram homens e 46% foram mulheres.

Os dados são da WinSocial, startup que tem como foco a oferta de soluções para pessoas com diabetes. A idade média dos novos segurados é de 43 anos.

Vale lembrar que os casos reportados em condições mais graves de infecção pelo coronavírus são de pessoas com comorbidades, ou seja, quando já havia outras doenças relacionadas, como hipertensão, problemas cardíacos e diabetes, entre outros.

“As pessoas com diabetes já costumam apresentar uma boa disciplina alimentar e de hábitos de exercício físico. Percebemos, também, que elas estão cada vez mais propensas a pensar no seu futuro. Por serem consideradas como grupo de risco para coronavírus, percebemos uma preocupação ainda maior para este planejamento financeiro, o que acarretou neste aumento significativo na demanda”, explica Rafael Rosas, diretor da WinSocial.

O valor médio de indenização dos seguros contratados foram de R$ 210 mil, com pagamento médio mensal de R$ 100.

Fonte: valorinveste.globo.com

Print Friendly, PDF & Email
%d blogueiros gostam disto: