Guarda tatua rosto de cão que salvou sua vida ao atacar bandido em SP

Guarda tatua rosto de cão que salvou sua vida ao atacar bandido em SP

Durante patrulhamento, um adolescente apontou a arma para o guarda Hugo Haphonso e o cachorro o imobilizou.

O cão de guarda K9 Thor ganhou uma homenagem ao salvar a vida de Hugo Haphonso Bosco de Souza e Silva, de 37 anos, que atua como Guarda Civil Municipal (GMC) de São Vicente, no litoral de São Paulo. O homem escapou de levar um tiro por causa da ação do cão e resolveu eternizar o momento de gratidão tatuando o rosto do herói canino em um dos braços.

Conforme relata Bosco, por volta das 16h do último dia 23, a equipe da GCM fazia patrulhamento no bairro Vila Voturuá, quando viu dois homens em atitude suspeita e resolveu abordá-los. Durante a revista, nada foi encontrado e eles foram dispensados. Ainda no local, os guardas perceberam que um adolescente, também em atitude suspeita, vinha ao encontro deles.

Bosco ordenou que ele parasse, no entanto, a ordem não foi obedecida e o adolescente puxou a arma para atirar conta ele. “Assim que o suspeito puxou a arma, eu dei o comando para o cão, que pulou no braço do rapaz e o mordiscou. Nesse momento, ele soltou a arma”, conta o agente. O cachorro tem apenas um ano e oito meses e ainda está em treinamento, mas segundo Bosco, a reação foi bem rápida e eficaz para um animal nas condições de Thor.

 “A atitude dele, de ficar entre nós dois (Bosco e suspeito) foi heroica. Eu poderia ter levado um tiro, mas o instinto dele falou mais alto”, afirma o GCM. Após ter sido detido, o adolescente foi levado para a Delegacia Sede de São Vicente, onde o caso foi registrado. Depois da ocorrência, o guarda escolheu homenagear o cachorro na própria pele, fazendo a primeira tatuagem, no último dia 7.

“O Thor é o meu primeiro cão aqui no Canil. Tive muita dificuldade com ele, porque era inexperiente no adestramento. A satisfação é imensa de ver que o trabalho funcionou. Ver que um ser como ele é capaz de dar a vida por você é emocionante. A tatuagem é uma singela homenagem. Sou grato, porque eu poderia ter sofrido algo grave. Vi que posso contar com ele, independendo do risco. Ele colocou a vida dele em risco por mim, e para isso eu não tenho palavras, é impossível descrever ”, finaliza emocionado.

Fonte: globo.com

Print Friendly, PDF & Email
%d blogueiros gostam disto: